Holguín e Santiago: a segunda-feira do Papa em Cuba 

 

 

 

No seu terceiro dia em Cuba, Papa Francisco deixa Havana esta segunda-feira em direção à cidade de Holguín.

O pontífice partirá da capital às 08h, hora local, e após uma hora e 20 minutos de voo chegará a Holguín, a terceira cidade da Ilha por números de habitante (1,5 milhões). É a primeira vez que a Diocese de Holguín recebe a visita de um Papa. Foi nesta cidade, em 1612, no mar da baia de Nipe, que foi encontrada a imagem de Nossa Senhora da Caridade do Cobre, padroeira do país.

Do aeroporto, Francisco se dirige diretamente à Praça da Revolução da cidade, onde presidirá à Santa Missa às 10h30 locais (11h30 no horário de Brasília). A cerimônia será transmitida ao vivo pela Rádio Vaticano, com comentários em português.

Depois da missa, o Papa se dirige à casa episcopal da cidade para o almoço e, na parte da tarde, irá à “Colina da Cruz”. Posicionada a 261 metros de altitude, a cruz é meta de peregrinação, de onde é possível admirar toda a região. Neste local, Francisco fará uma oração e abençoará toda a cidade de Holguín.

Da colina, o Pontífice se transfere ao aeroporto em direção a Santiago de Cuba – terceira e última etapa de sua visita a Cuba. Após 50 minutos de voo, o primeiro compromisso na cidade é no Seminário São Basílio Magno – residência pontifícia em Santiago – para o encontro com os Bispos cubanos. A segunda-feira de Francisco se encerra com a oração a Nossa Senhora do Cobre, no Santuário Nacional.

Sem a presença de fiéis e sem discursos, ao final da oração o Papa oferecerá um dom à Santíssima Virgem.

Na sequência, Francisco regressa ao Seminário para o jantar e o pernoitamento. 

 

Fonte: http://br.radiovaticana.va/news/2015/09/21/holgu%C3%ADn_e_santiago_a_segunda-feira_do_papa_em_cuba/1173458

 

 

Doações

Aplicativos

Dispositivos Android

 Dispositivos Iphone

Dispositivos Windows Phone